Últimas notícias

36 anos depois, Travolta regressa à TV: eis os três motivos

Ator é o mais recente reforço de ‘American Crime Story’, sobre o julgamento de OJ Simpson, que se estreia este ano. A qualidade da ficção televisiva, a opinião dos amigos e o nome Ryan Murphy fizeram-no voltar à casa que o viu nascer.

Texto: NUNO CARDOSO

Segunda metade da década de 70. Recebia 10 mil cartas de fãs por semana. Ilustrava a capa de dezenas de revistas, que o apelidavam de “a nova sensação da TV”. Tinha acabado de entrar nos 20s, cabelo farto e ondulado e estilo de galã. Mas assim que chegou ao fim Welcome Back, Kotter, a série de comédia norte-americana exibida entre 1975 e 1979 na ABC, e o seu primeiro trabalho de grande visibilidade, John Travolta deixou a indústria televisiva e nunca mais voltou. Nas décadas que se seguiram, seguiu rumo a Hollywood e protagonizou filmes de sucesso como Grease, Carrie e Febre de Sábado à Noite. E por lá ficou, até agora.

Após uma ausência de 36 anos, o ator norte-americano prepara o seu regresso ao pequeno ecrã como o principal reforço de American Crime Story: The People vs OJ Simpson, uma nova série de Ryan Murphy que já está em fase de pré-produção. Com estreia marcada para a rentrée deste ano, a série do FX que vai seguir a mesma estrutura de American Horror Story (mudando de história a cada temporada) vai explorar, no primeiro ano, o julgamento de 1995 da ex-estrela de futebol americano, do qual foi ilibado do crime de homicídio da sua então mulher, Nicole, e do amante desta mesma. Cuba Gooding Jr. e Sarah Paulson também estão confirmados no elenco.

Mais de três décadas depois, e de uma carreira de êxito no cinema, o que fez Travolta voltar à TV e aceitar a participação na série de 10 episódios no papel do advogado de defesa Robert Shapiro? Três motivos: a popularidade que a ficção televisiva tem atualmente, a opinião dos seus amigos em Hollywood e o próprio nome que encabeça o projeto, Ryan Murphy.

“Perguntei a todos os meus amigos do mundo das artes se deveria ou não fazer esta série e existia uma consenso. Disseram-me que era algo que tinha que fazer”, contou o ator. “O Ryan Murphy e a Nina Jacobson [produtora] enviaram-me os três primeiros guiões, que eram excelentes, com a mesma qualidade que os dois já nos habituaram”, acrescentou Travolta, que demorou dois meses a refletir na resposta que iria dar ao criador de American Horror Story. Além disso, frisou: “A televisão está melhor do que nunca”.

2015 marca, assim, o regresso de Travolta ao local onde se estreou como ator. Antes da sitcom Welcome Back, Kotter, de resto, fez participações pontuais em quatro séries, a primeira delas Emergency, em 1972, onde deu vida a um jovem que sofre um acidente ao fazer uma escalada.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: