Últimas notícias

E para nós os vencedores teriam sido…

A equipa da Máquina de Escrever fez a sua escolha. E ‘Grand Budapest Hotel’ seria, para nós, o grande vencedor.

'Grand Budapest Hotel', de Wes Anderson

Fosse a Máquina de Escrever a Academia, e o Grand Budapest Hotel de Wes Anderson teria vivido uma noite de glória, arrebatando sete das suas nove nomeações, entre as quais a de Melhor Filme. Para Melhor Realizador seria, contudo, escolhido Richard Linklater, pelo seu trabalho em Boyhood.

Este é apenas o resultado de uma votação interna entre colaboradores da Máquina de Escrever, cada um tendo atribuído um voto aos filmes nomeados, escolhendo o seu preferido em quase todas as categorias (de fora ficaram as curtas-metragens).

Caso a escolha tivesse sido nossa, os vencedores teriam sido…

Melhor Filme
Grand Budapest Hotel

Melhor Realizador
Richard Linklater, por Boyhood – Momentos de uma Vida

Melhor Ator
Benedict Cumberbatch, em O Jogo da Imitação

Melhor Atriz
Julianne Moore, em O Meu Nome é Alice

Melhor Ator Secundário
Edward Norton, em Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor Atriz Secundária
Patricia Arquette, em Boyhood – Momentos de uma Vida

Melhor Argumento Adaptado
Inherent Vice

Melhor Argumento Original
Grand Budapest Hotel

Melhor Filme em Língua Estrangeira
Leviatã (Rússia)

Melhor Direção de Fotografia
Ida

Melhor Guarda Roupa
The Grand Budapest Hotel

Melhor Montagem
Grand Budapest Hotel

Melhor Caracterização
Grand Budapest Hotel

Melhor Banda Sonora
Grand Budapest Hotel, de Alexandre Desplat

Melhor Canção
Glory, em Selma

Direção Artística
Grand Budapest Hotel

Montagem de Som
Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância)

Mistura de Som
Birdman ou (a Inesperada Virtude da Ignorância)

Efeitos Visuais
Interstellar

Melhor Documentário (longa metragem)
The Salt of The Earth

Longa Metragem de Animação
Big Hero 6

Para estabelecer esta lista de escolhas votaram Ana Cabral Martins, Diogo Seno, João Lopes, João Moço, Lourenço Rocha, Nuno Carvalho, Nuno Galopim e Rui Alves de Sousa.

1 Comment on E para nós os vencedores teriam sido…

  1. As minhas escolhas diferem um pouco:
    melhor actor, Eddie Redmayne
    melhor actor secundário, Mark Ruffalo
    melhor filme em língua estrangeira, Ida
    melhor banda sonora, Interstellar de Hans Zimmer

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: