Últimas notícias

Guadagnino, Egoyan, Hooper e Laurie Anderson em Veneza

"The Danish Girl"

Foi anunciada a programação da edição deste ano do Festival de Veneza, que decorre entre os dias 2 e 12 de setembro. O filme The Danish Girl, de Tom Hooper (o mesmo de Les Misérables), no qual o ator Eddie Redmayne interpreta a figura de Lili Elbe, a primeira pessoa (de que há conhecimento) a submeter-se a uma operação de mudança de sexo, integra a competição. Na mesma secção surge A Bigger Splash, o novo filme de Luca Guadagnino (o realizador de Eu Sou o Amor), em cujo elenco encontraremos nomes como os de Tilda Swinton, Ralph Fiennes e Dakota Johnson. Entre a competição destacam-se ainda filmes como Heart of a Dog de Laurie Anderson, Boold of my Blood de Marco Bellocchio, Remember de Atom Egoyan, Rabin: The Last Day, de Amos Gitai, 11 Minutes de Jerzy Skolimowski e Francofonia de Alexander Sokurov.

Fora de competição passam, entre outros, The Audition de Martin Scorsese ou os documentários De Palma de Noah Baumbach, The Event de Sergei Loznitsa ou Afternoon de Tsai Ming-Liang.

Entre os títulos da Semana da Crítica, secção que apresenta primeiras obras, passa Montanha, a primeira longa-metragem do realizador português João Salaviza.

A abertura do festival faz-se com Everest, de Baltasar Kormakur.

Fica aqui a lista dos filmes:

Competição:
Frenzy, de Emin Alper (Tuquia, França, Qatar)
Heart of a Dog, de Laurie Anderson (EUA)
Blood of My Blood, de Marco Bellocchio (Itália)
Looking for Grace, de Sue Brooks (Austrália)
Equals, de Drake Doremus (EUA)
Remember, de Atom Egoyan (Canadá, Alemanha)
Beasts of No Nation, de Idris Elba (EUA)
Per amor vostro, de Giuseppe M. Gaudino (Itália, França)
Marguerite, de Xavier Giannoli (França, República Checa, Bélgica)
Rabin, the Last Day, de Amos Gitai (Israel, França)
A Bigger Splash, de Luca Guadagnino (Itália, França)
The Endless River, de Oliver Hermanus (África do Sul, França)
The Danish Girl, de Tom Hooper (Reino Unido, EUA)
Anomalisa, de Charlie Kaufman, Duke Johnson (EUA)
L’attesa, de Piero Messina (Itália)
11 minutes, de Jerzy Skolimowski (Polónia)
Francofonia, de Aleksander Sokurov (França, Alemanha, Holanda)
The Clan, de Pablo Trapero (Argentina, Espanha)
Desde alla, de Lorenzo Vigas (Venezuela, México)
L’hermine, de Christian Vincent (França)
Behemoth, de Zhao Liang (China, França)

Fora de Competição
Everest, de Baltasar Kormakur (EUA, Reino Unido) – Filme de abertura
Mr. Six, de Hu Guan (China) – Filme de encerramento

Go With Me, de Daniel Alfredson (EUA, Canadá, Suécia)
Non essere cattivo, de Claudio Caligari (Itály)
Black Mass, de Scott Cooper (EUA)
Spotlight, de Thomas McCarthy (EUA)
La calle de la Amargura, de Arturo Ripstein (México, Espanha)
The Audition, de Martin Scorsese (EUA)

Winter on Fire, de Evgeny Afineevsky (Ucrânia)
De Palma, de Noah Baumbach e Jake Paltrow (EUA)
Janis, de Amy Berg (EUA)
The Event, de Sergei Loznitsa (Holanda, Bélgica)
Gli uomini di questa città io non li conosco, de Franco Maresco (Itália)
L’esercito piu piccolo del mondo, de Gianfranco Pannone (Cidade do Vaticano)
Afternoon, de Tsai Ming-liang (Taipé Chinesa)
In Jackson Heights, de Frederick Wiseman (EUA)

Sessão especial
Human, de Yann Arthus-Bertrand (França)

Leão de Ouro – Carreira
La vie et rien d’autre, Betrand Tavernier

Secção Orizzonti
Madame Courage, de Merzak Allouache (Argélia, França, Emirados Árabes Unidos)
A Copy of My Mind, de Joko Anwar (Indonésia, Coreia do Sul)
Pecore in erba, de Alberto Caviglia (Itália)
Tempete, de Samuel Collardey (França)
The Childhood of a Leader, de Brady Corbet (Reino Unido, Hungria, Bélgica, França)
Italian Gangster, de Renato De Maria (Itália)
Wednesday, May 9, de Vahid Jalilvand (Irão)
Mountain, de Yaelle Kayam (Israel)
A War, de Tobias Lindholm (Dinamarca)
Interrogation, de Vetri Maaran (Índia)
Free in Deed, de Jake Mahaffy (EUA, Nova Zelândia)
Boi Neon, de Gabriel Mascaro (Brasil, Uruguai, Holanda)
Man Down, de Dito Montiel (EUA)
Why Hast Thou Forsaken Me?, de Hadar Morag (Israel, França)
Un monstruo de mil cabezas, de Rodrigo Pla (México)
Mate-me por favor, de Anita Rocha Da Silveira (Brasil, Argentina)
Taj Mahal, de Nicolas Saada (França, Bélgium)
Interruption, de Yorgos Zois (Grécia, França, Croácia)

Semana da Crítica
Motherland, de Senem Tuzen (Turquia)
Banat (Il Viaggio), de Adriano Valerio (Itália)
The Black Hen, de Min Bahadur Baham (Nepal)
Light Years, de Esther May Campbell (Reino Unido)
Montanha, de João Salaviza (Portugal)
The Return, de Green Zeng (Singapura)
Tanna, de Martin Butler e Bentley Dean (Austrália)
Jia, de Liu Shumin (China) – fora de competição
Bagnoli Jungle, de Antonio Capuano (Itália) – fora de competição

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: