Últimas notícias

Rentrée norte-americana traz zombies e superpoderes

Texto: RITA ROCHA

Ainda é agosto e já começou a nova temporada de séries nos Estados Unidos. “Fear The Walking Dead” abriu caminho a uma mão-cheia de novos títulos. São mais de 40 e começam a ser exibidos a partir do final de setembro nos EUA.

"Minority Report"

O primeiro episódio de Fear The Walking Dead estreou a 23 de agosto, exibido em Portugal um dia depois da estreia, no Canal AMC. O título não engana e esta é a história que antecede The Walking Dead. Tem a cidade de Los Angeles como cenário e como guião o início apocalipse zombie. A série é produzida por Robert Kirkman, também produtor de The Walking Dead, a primeira temporada tem seis episódios confirmados e outras duas já estão previstas para 2016.

Ver aqui

Minority Report (FOX) vai dar continuidade na televisão à história dos três irmãos que conseguiam prever os crimes antes de acontecerem (pre-cogs), aquela que o realizador Steven Spielberg levou ao cinema, com Tom Cruise como protagonista, baseada no livro de Philip K. Dick. Começa dez anos depois do encerramento da Unidade de pré-crime, no ano 2065, e Dash quer retomar a utilização do seu dom e ajudar a polícia. Nos Estados Unidos, a exibição começa a partir de dia 21 de setembro.

A CBS também escolheu para a rentrée televisiva uma narrativa do grande ecrã. Os primeiros segundos do trailer de Limitless arrancam com a personagem principal do filme de 2011, e o mesmo protagonista (Bradley Cooper), a apresentar um mundo de possibilidades a Jake McDorman, se tomar um pequeno comprimido. Com o cérebro a funcionar a 100 por cento, Jake tem capacidades físicas e intelectuais incomparáveis, que vai utilizar para colaborar com o FBI na resolução de crimes. A estreia está prevista para 22 de setembro, nos EUA.

Ver aqui

E falando de superpoderes, a partir de 26 de outubro, chega aos ecrãs norte-americanos a Supergirl. Baseada na personagem da DC Comics, também com o selo da CBS, esta série, cuja história passou pelos cinemas na década de 80, centra-se na prima do Super-Homem. Kara acompanhou o “superprimo” na viagem até à Terra, como sua protetora. Escusado será dizer que depois de descobrir os seus superpoderes e de passar pelas peripécias normais dos primeiros passos de um super-herói, Kara vai salvar a cidade das garras do mal. E sim, Kara também é uma “desgraçadinha” e tem uma chefe má.

E outros heróis vão nascer em Heroes Reborn. A NBC estreia, a partir de 24 de setembro, uma nova série, na mesma linha da série original, em que o comum dos mortais ganha poderes especiais. São 13 episódios, também assinados por Tim Kring, que contam com a participação de algumas das personagens originais.

Virando a página para “cenas” mais sérias, a ABC estreia Quantico. A base de treino de todos os recrutas do FBI: são os melhores, os mais inteligentes e os mais fortes. E um deles é responsável pelo maior ataque terrorista na cidade de Nova Iorque. Estreia a 27 de setembro, nos EUA.

O misterioso aparecimento de uma mulher nua, toda tatuada, dentro de um saco de viagem, no meio de Time Square, em Nova Iorque, é o centro da história de Blindspot, do mesmo produtor de Arrow e The Flash. É com a intervenção de um agente do FBI que esta mulher vai tentar recuperar a memória, seguindo as pistas que estão tatuadas no seu corpo. A estreia está marcada na NBC para 21 de setembro.

Flesh and Bones, da autoria de uma das argumentistas de Breaking Bad, estreia no Starz, no início de novembro. Moira Wallet-Beckett escreve sobre o exigente mundo do ballet profissional.

The Muppets – ou Marretas para os de cá – voltam à televisão e não precisam de apresentações. Esta versão, mais dirigida a adultos, mas que também serve para os mais novos, foi filmada em forma de documentário, centrando-se no dia-a-dia das marionetas. Kermit (o Cocas) e Miss Piggy, Gonzo, Fozzie e tantos outros … e não vale a pena explicar mais. Há já dez minutos disponíveis para ver online, no canal do YouTube da ABC.

No calendário estão marcadas estreias até dezembro nesta nova temporada de 2015-2016, nos Estados Unidos. Há comédias – The Grinder, com Rob Lowe, e Grandfathered, com John Stamos -, as séries de médicos – Chicago Med, Code Black, Rosewood -, as dos serial killers, os polícias e detetives, mais agentes do FBI do que da CIA e novos talk shows. Aguardamos pelas notícias para Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: