Últimas notícias

11 perguntas a… Nuno Gonçalves

No momento em que os The Gift lançam uma antologia que celebra os 20 anos de carreira e se preparam para dar grandes concertos em Guimarães dia (12) e Lisboa (19), Nuno Gonçalves responde às nossas perguntas.

1. O primeiro disco comprado.
Há duas alturas e dois estilos de compra. Sempre recebi nos anos cheques-disco e na altura, em outubro, proliferavam os Jackpots e essas compilações. Mas recordo-me do Reckless do Brian Adams. Lembro-me ainda de querer comprar o USA for Africa mas não ter conseguido. Depois, já na pré adolescência, lembro-me de começar a poupar os primeiros escudos para comprar os meus discos. With the head on the door dos The Cure foi o de que me lembro melhor. Comprei-o, esqueci-me dele no carro de um amigo e até hoje nunca o recuperei. Um disco sem um final feliz.

2. Um filme marcante visto nos dias de infância.
O E.T. Primeria e única ida com a família completa ao cinema e só por essa razão já é suficientemente marcante.

3. Uma canção para escutar em repeat.
Never Ending Hapenning, de Bill Fay.

4. O filme preferido.
Cinema Paradiso. Ainda este verão visitei a aldeia na Sicilia onde foi filmado. Em todas as etapas da minha vida sempre fez sentido este filme. No assumir da paixão pela arte, na busca do seu espaço dentro de mim, no amor que nem sempre corresponde, no sair para conquistar algo, no regressar com toda a nostalgia que simboliza um regresso. Cinema perfeito.

5. Uma série de TV que nunca percas.
Amo séries mas não tenho disponibilidade para elas. Requer uma vida calma, uma só casa e sempre o mesmo sofá. Eu vivo entre Alcobaça, Lisboa e Madrid, e antes de ver séries quero evitar andar de mala às costas.

6. Um músico que nunca vais deixar de ouvir.
Björk, porque me deu um mundo novo quando eu necessitava. Porque me deu o melhor concerto que vi e alguns dos discos da minha vida.

7. Um realizador (de cinema) de eleição.
Wes Anderson. Pela pop e tradição que tem dentro.

8. O último concerto a que assististe.
Ian – Inside music machine no Teatro Rivoli no Porto.

9. O mais recente filme que viste em sala.
Love & Mercy, um bom retrato sobre o que se sofre quando se tem música infinita na cabeça.

10. O livro que estás a ler.
Pedro Paixão, Espécie de amor. Deixei-o a meio. Olho para ele quase todos os dias. Um dia vou acabar de ler.

11. Se fizesses agora um disco de versões de temas um mesmo músico qual escolherias?
The Cure pela ligação emocional. Heróis do Mar ou GNR se fosse em português. I know its over, dos The Smiths se quisesse chorar a meio… Berlín de Coque Malla se fosse em Espanhol. Ou então as improváveis mas que amo, como Jeanny de Falco ou Irresistible de Stephanie. Existem ainda as que são impossíveis de fazer, como God Only Knows, dos Beach Boys.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: