Últimas notícias

1981. Primeiros olhares sobre uma etapa ignorada

Texto: NUNO GALOPIM

Lançada em 1981 a antologia “Assemblage” representava uma reunião de temas dos três álbuns e dos singles que o grupo tinha lançado pela Hansa Records, num tempo em que as atenções ainda não os tinham focado.

Durante o período pelo qual estiveram associados à Hansa Records, pela qual editaram os seus três primeiros álbuns e alguns singles, os Japan passaram, salvo pontuais exceções, bem longe das atenções. Em 1980 o primeiro disco que lançaram pela Virgin – Gentlemen Take Polaroids – deu-lhes outra visibilidade e reconhecimento, lançando sinais de que estavam encontradas novas possibilidades para a carreira da banda. E assim, a semanas do lançamento de Tin Drum (o quinto álbum de estúdio), a Hansa reuniu numa antologia uma série de temas dos três álbuns, alguns deles já lançados como singles, que editara para, com uma capa apontada à imagem nova do grupo, tentar dar visibilidade a canções que haviam escapado às atenções.

Assemblage, editado em setembro de 1981, deu a muitos um primeiro contacto com os primeiros discos dos Japan, revelando com surpresa para alguns o som mais rock anterior a Quiet Life. Apesar de não ter subido além do número 26 na tabela de álbuns, Assemblage esteve classificado entre os álbuns mais vendidos no Reino Unido durante 46 semanas, alcançando mesmo o galardão de ouro em inícios de 1983, feito até então não conseguido pelas anteriores edições dos Japan na Hansa.

A antologia serviu de ponto de partida para uma série de edições de singles. E entre 1981 e 1983 seis canções foram dali extraídas para conhecer vida em single, alguns deles em segundas vidas a 45 rotações, mas desta vez com maior impacte.

Esta foi a primeira antologia que Hansa Records lançou com material gravado pelos Japan para o seu catálogo, mas a única que partiu com uma autorização da banda e contou com a sua colaboração. Para o mercado japonês, onde estes discos de 1978 a 1980 tinham conhecido maior visibilidade, a Hansa criou o “best of” The Singles, ainda em 1981.

Na era do CD, deste mesmo catálogo, nasceriam as antologias A Souvenir From Japan (1989), The Other Side of Japan (1991) e The Singles (1996), assim como lançamentos a preço reduzido Best Selection (1994), In Vogue (1996), The Masters (1997), The Collection (2000) ou The Best of Japan (2001).

Com o tempo surgiriam antologias com material da fase Virgin e, mais tarde, juntando os dois catálogos.

Singles
1981 – Life in Tokyo
1981 – Quiet Life
1981 – European Son (remix)
1982 – I Second That Emotion
1982 – Life in Tokyo (remix)
1983 – All Tomorrow’s Parties

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: