Últimas notícias

Nicolau Breyner (1981)

Texto: NUNO GALOPIM

Single editado em 1981, em pleno “boom” do rock português, “Kiss Me La Bouche” foi uma oportuna paródia de Nicolau Breyner ao panorama de então da música popular em Portugal.

Além dos muitos feitos que a sua obra assinalou no pequeno e no grande ecrã, a carreira de Nicolau Breyner conheceu também importantes episódios na música. Começou algo discretamente, em 1968 apresentando-se como um dos concorrentes ao Festival da Canção, defendendo ali a canção Pouco Mais, que terminaria em 4º lugar com 33 pontos.

Na década de 70, já com a visibilidade que a televisão entretanto lhe dera, lança vários singles, entre os quais Nicolau no País das Maravilhas (título do seu programa na RTP), single no qual surge, no lado B, Senhor Feliz e Senhor Contente, com Herman José. Ainda nos setentas vinca um espaço humorístico na canção em Fornicoques da Batalha do Colchão (1978), abraçando um desafio de maior fôlego em Ópera on The Rocks, álbum de 1977.

Hoje recordamos contudo um single que, editado em 1981, sublinhou então pelo humor o que era o momento do “boom” de um novo pop/rock que então acontecia em Portugal.

Com pose de rocker, afinal mais não fazendo do que uma boa caricatura de figuras que então surgiam com as suas bandas, eis que junta aos hinos do rock português de 1981 – o ano de Portugal na CEE dos GNR ou de Chiclete, dos Táxi – o seu Kiss Me La Bouche. No Lado B ouvia-se Das Tripas Coração.

Podem ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: