Últimas notícias

Como nasce um “standard”?

Ao ouvir Michael Stipe a interpretar The Man Who Sold The World senti que aquela canção de 1970, que os Nirvana já tinham revsitado também brilhantemente, ganhava um novo estatuto.

Esta é a minha crónica desta semana na BLITZ.

Poem ler aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: