Últimas notícias

Mais mestres russos em ciclo no Nimas e no Teatro Campo Alegre

Texto: DIOGO SENO

Alexander Nevsky (1938), de Serguei Eisenstein

Após a retrospectiva integral de Andrei Tarkovsky, o cinema Nimas, em Lisboa, e o Teatro Campo Alegre, no Porto, vão receber, a partir de 21 de Abril e até 13 de Julho algumas das obras mais marcantes do cinema russo do século XX. Outros mestres desta cinematografia, antes e depois de Tarkovsky, desde Serguei Eisenstein a Elem Klimov, vão marcar presença neste ciclo russo organizado pela Leopardo e pela Medeia Filmes.

Alguns dos filmes presentes neste ciclo serão estreias comerciais, trazendo nomes maiores desta cinematografia até agora pouco conhecidos do público nacional, e seis serão apresentados em cópias restauradas.

Grande Cinema Russo – Do Mudo à Perestroika, será um panorama da produção cinematográfica deste país, desde os pioneiros Serguei Eisenstein e Dziga Vertov, na época do cinema mudo, passando pelos anos 60, com nomes como Marlen Khutsiev ou Larisa Shepitko, até ao final do século, já com Elem Klimov e Nikita Mikhalkov. Um ciclo que vai ser um itinerário variado por uma das cinematografias mais importantes do século XX, mas também pela própria história deste país, com a diversidade de obras apresentadas, desde adaptações literárias a documentários sobre episódios históricos.

A este ciclo seguir-se-ão, mais à frente, as estreias dos mais recentes filmes de Andrey Konchalovsky, As Noites Brancas do Carteiro (vencedor do Leão de Ouro para Melhor Realizador no Festival de Veneza em 2014) e Francofonia, de Aleksandr Sokurov (exibido na competição oficial do mesmo festival em 2015).

A calendarização e horários serão divulgados brevemente.

A lista dos filmes presentes no ciclo é a seguinte:

O Couraçado Potemkine (1925, Serguei Eisenstein)
Outubro (1928, Serguei Eisenstein)
A Casa na Praça Trúbnaia (1928, Boris Barnet) – estreia comercial *
Arsenal (1929, Aleksandr Dovzhenko)
O Homem da Câmara de Filmar (1929, Dziga Vertov) *
Alexander Nevsky (1938, Serguei Eisenstein) *
Ivan, O Terrível – Parte I (1945, Serguei Eisenstein) *
Ivan, O Terrível – Parte II (1958, Serguei Eisenstein) *
Nove Dias de Um Ano (1962, Mikhail Romm) – estreia comercial
Guerra e Paz (1966, Serguei Bondarchuk)
Chuva de Julho (1966, Marlen Khutsiev) – estreia comercial
Asas (1966, Larisa Shepitko) – estreia comercial
Tu e Eu (1971, Larisa Shepitko) – estreia comercial
O Tio Vânia (1971, Andrei Kochalovsky) – estreia comercial
E Ainda Acredito (1974, Mikhail Romm, Elem Klimov, Marlen Khutsiev) – estreia comercial
Ascensão (1977, Larisa Shepitko) – estreia comercial
Peça Inacabada para Piano Mecânico (1977, Nikita Mikhalkov)
Siberíada (1978, Andrei Konchalovsky) – estreia comercial *
Adeus a Matiora (1983, Elem Klimov)
Olhos Negros (1987, Nikita Mikhalkov)

*Cópia Digital Restaurada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: