Últimas notícias

“Roxy Music”: uma estreia visionária, em 1972

Texto: NUNO GALOPIM

Editado em 1972, o disco de estreia dos Roxy Music foi um dos mais visionários álbuns do seu tempo, mostrando como a canção podia ser encarada num quadro aberto ao gosto de experimentar.

Um dos clássicos maiores do art rock dos setentas, o álbum de estreia dos Roxy Music define, juntamente com o seu sucessor, For Your Pleasure (1973), o par que corresponde a uma etapa na qual a música da banda era fruto da soma das visões de Bryan Ferry e Brian Eno, o choque entre ideias e personalidades acabando, pouco depois, por deixar o grupo nas mãos do primeiro, o segundo partindo depois rumo a uma das mais importantes e inventivas carreiras da história da música popular, quer nos discos gravados em nome próprio ou em parcerias, quer no trabalho na produção que o juntou a alguns dos nomes maiores do seu tempo.

O grupo tinha já algum tempo de vida e, sobretudo, um programa intenso de ensaios, quando surgiu a oportunidade para levar a estúdio um primeiro lote de canções. O disco nasceu em apenas uma semana de gravações. E Virginia Plain, que seria o single de estreia dos Roxy Music (e na verdade não surgia no alinhamento original do álbum) foi na verdade gravada num tempo extra de estúdio já depois de concluídas as sessões que deram origem ao álbum. E convenhamos que são peças distintas, mesmo que fruto de uma mesma banda e num mesmo tempo. O look (sobretudo o de Brian Eno) e o viço pop intenso de Virginia Plain valeu-lhes ser tomados como uma das forças do então emergente movimento glam rock. O álbum, mesmo apesar da incursão por esses terrenos de um Would You Believe?, contudo, mostrava que os Roxy Music seguiam então por caminhos bem distantes dos trilhados nessa fase por Marc Bolan ou David Bowie, o que não impediria este último de, anos mais tarde, gravar (com os Tin Machine) uma versão de If There Is Something.

O álbum abre com uma evidente posição arty, ao expressar em Re-Make/Re-Model o que não é mais senão uma lógica de citação ou apropriação que, tantas vezes praticada em tantas sedes de criação, tem aqui uma expressão mais próxima do que poderia ser uma abordagem característica do universo das artes plásticas… De resto é neste disco, mais do que em qualquer outro da obra dos Roxy Music, que se evidencia o caminho entre art schools e percursos universitários que fazia a biografia dos elementos da banda até então. A quantidade de referências cinematográficas (como o verso em 2HB que cita Casablanca ou os ecos do Desencontro de David Lean que passam por Chance Meeting) aprofunda mais ainda o ensejo em expressar todas essas vivências. O caráter experimental que cruza grande parte das composições reforça, depois, esse ensejo de criar além do horizonte do habitual, fazendo de Roxy Music um desafio não apenas para quem criou a música mas também para quem depois a escuta.

O disco é uma experiência de rara liberdade criativa, mostrando uma invulgar capacidade em segurar as linhas mestras das canções num quadro cenicamente desafiante. E tanto há aqui primeiros mergulhos por ecos de outros tempos (como se escuta em Bitters End, numa primeira manifestação de interesse de Bryan Ferry por terrenos retro que mais tarde exploraria mais intensamente) como visões cénicas invulgares, sem referenciais de tempo nem de lugar (como se escuta em Ladytron ou 2HB).

A capa expressava desde logo uma ideia que caracterizaria depois toda a iconografia dos Roxy Music. E usava uma imagem de Kari-Ann Muller que se transformaria numa das referências maiores do trabalho gráfico criado para servir a música.

Em finais dos anos 90, ao pensar a banda sonora para Velvet Goldmine, a equipa que trabalhou então com Todd Haynes veio buscar ao alinhamento uma série de canções que se revelariam das narrativa e musicalmente mais marcantes no filme. E foi neste alinhamento que os Ladytron encontraram o seu nome…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: