Últimas notícias

Uma viagem no tempo

Texto: NUNO GALOPIM

Reaberta após oito anos, com nova arrumação e narrativa, a Galeria de Pintura e Escultura Portuguesa do Museu Nacional de Arte Antiga é destino obrigatório nos roteiros deste verão.

E, oito anos depois, as mais representativas peças da coleção do Museu Nacional de Arte Antiga que contam a história da pintura e escultura portuguesas, entre os séculos XIV e XIX estão finalmente no lugar certo. Reaberto há poucos dias, após um longo hiato (que acabou por permitir não apenas a execução de obras naquelas salas e estabelecer uma nova narrativa entre as peças expostas), o Piso 3 do museu coloca perante o visitante um panorama de séculos de história da arte em Portugal.

O percurso está cronologicamente ordenado, partindo de algumas importantes oficinas de finais da Idade Média, avançando pelas principais escolas e referências que foram fazendo história entre nós. Nota-se, nesta arrumação das obras, a progressiva transformação dos modos de pensar as imagens, muitas delas tendo em comum cenas bíblicas, evidenciando a importante expressão da criação artística associada à vida religiosa ao longo destes séculos.


“Painéis de São Vicente” (1460), Nuno Gonçalves


“Vista do Mosteiro e Praia de Belém” (1657), Filipe Lobo


“Adoração dos Magos” (1828), Domingos Sequeira

É natural que a Adoração dos Magos, de Domingos Sequeira, adquirida recentemente pelo museu na sequência de uma mediatizada subscrição pública, seja uma das obras que mais cativam atenções entre o visitante. Mas entre retábulos de velhas igrejas e conventos, o magnífico retrato de D. Sebastião atribuído a Cristóvão de Morais, um outro retrato que nos habituámos de ver associado a Vasco da Gama mas que na verdade carece de certeza nessa relação, as pinturas de Grão Vasco, Josefa de Óbidos, Vieira Portuense e várias outras de Domingos Sequeira ou ainda a ala dedicada a Nuno Gonçalves – na qual estão naturalmente em destaque os Painéis de São Vicente – há ali, nesta renovada Galeria de Pintura e Escultura Portuguesa, motivos suficientes para uma compensadora viagem no tempo.

Anúncios

1 Comment on Uma viagem no tempo

  1. Carlos Santos e Silva // Agosto 3, 2016 às 3:16 pm // Responder

    OBRIGATÓRIO VER….!!!! E USUFRUIR…!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: