Últimas notícias

11 perguntas a… Cristina Branco

No momento em que edita o álbum “Menina”, Cristina Branco partilha aqui as histórias dos seus discos, filmes, livros e séries de televisão.

1 O primeiro disco comprado.
Pode até parecer um pouco estranho, mas a verdade é que quem comprava os discos era o meu irmão, que tem mais cinco anos que eu. Eu confiava inteiramente na qualidade do que ele escolhia e quando muito ia até à discoteca da terra (sim, na altura havia loja de discos) e pedia para me gravarem umas cassetes com os clássicos, lembro-me que aos onze/doze anos ouvia Gershwin e Cole Porter no leitor de cassetes. Talvez o primeiríssimo comprado com o dinheiro das férias tenha sido o The Lamb Lies Down on Broadway dos Genesis e o primeiro CD foi o Amália no Luso, muitos anos mais tarde.

2 O filme mais marcante visto na infância.
O ET… Ainda há pouco revi com o meu filho…

3 Um livro que tenha mudado a vida.
Esta radiografia é muito ingrata, porque só aqui, para ser honesta, teria que fazer uma lista de uns bons sete ou oito livros. Os livros sempre me marcaram muito, viajei neles muito antes de ser uma viajante profissional (e desinteressante. Só sou boa para enumerar os melhores aeroportos, hotéis, teatros…). E fui muito longe e mudei pensamentos, usei frases “amuleto” tiradas de alguns livros, inspirei-me em uns quantos personagens. Deixo-te dois porque não posso fazer por menos! O Meu Pé de Laranja Lima do José Mauro de Vasconcelos e Cem Anos de Solidão do Gabriel Garcia Márquez.

4 Uma série a não perder.
Quando via televisão adorei o Reviver o Passado em Brideshead e o Allo Allo!

5 O mais recente filme visto no cinema.
Vergonha… Os Bichos! Tenho filhos ok? E adorei o filme, já agora.

6 A canção que mais vezes foi escutada.
Summertime por todas as cantoras que o cantaram ou pelo menos as que eu conheço melhor, de Amália a Janis Joplin, (to name but a few) até à exaustão, até sentir o peso da história em cima daquela música, cada sílaba, cada divisão, a vida de cada uma delas a influenciar aquela melodia, o ritmo, tudo!

7 O livro a ser lido neste momento.
Voltei às Memórias de Adriano da Marguerite Yourcenar, mas estou agora a olhar para ele e acumulou um pó finiiiiinho na capa…

8 O músico preferido.
Isto não é mesmo nada justo!

9 O autor com mais livros lidos.
Quando eu lia livros por “atacado”, a disputa entre o Camilo Castelo Branco e a Enid Blyton era feroz. Agora é Paul Auster, Mia Couto, Orhan Pamuk ou Garcia Márquez com intermitência, claro. Livros deixados a meio às vezes, enfim, leio em viagem, em casa perco o rigor da leitura, há-de voltar, quando o jantar, a explicação,as aulas de remo ou de hip hop não se interpuserem entre ser a “mãe” e o meu ser mais antigo.

10 O mais recente concerto assistido.
Deolinda.

11 A parceria de autores de sonho (música e letra) para fazer uma canção seria…
Sting e Chico Buarque (a loucura saudável cabe aqui, certo?) ou só um sem o outro…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: