Últimas notícias

Entre o mundo das empresas e a alta velocidade

Retomar uma série para fazer mais-do-mesmo pode não ser a mais interessante das soluções… Esse pode ser, de resto, o problema maior das sucessivas revisitações do universo de Blake & Mortimer que, nas suas já muitas expressões pós-Jacobs raramente foi surpreendente, vivendo muitos dos novos álbuns entre uma vontade em seguir o cânone e pequenas ousadias que, na verdade, talvez obtivessem melhores resultados se explorando outros pontos de vista… Mas deixemos essa reflexão para quando, em novembro, chegar o novo álbum que assinala os 70 anos dessa que é uma das maiores criações da história da banda desenhada lembrando que ainda é cedo para refletir sobre as novas vidas de Ric Hochet, de quem um segundo álbum nesta segunda vida está prestes a chegar.

Ao contrário do renascimento de Blake & Mortimer, o regresso de outras personagens em vidas que se mantiveram ativas após o desaparecimento dos seus criadores mostraram já, em alguns casos, ensaios de busca de novas linguagens visuais ou narrativas. Umas vezes sem repetir a excelência de outrora (como será o caso da série Alix Senator, que imagina as aventuras do jovem romano, de origem gaulesa, que Jacques Martin criou em trempos, projetando-as mais à frente no tempo, quando o protagonista está na casa dos cinquenta), a verdade é que o desafio de procurar fazer diferente pode trazer possibilidades interessantes a uma série vintage… E um bom exemplo desse modo de pensar é o que encontramos na “nouvelle saison” de Michel Vaillant que transporta o herói criado por Jean Graton para a contemporaneidade, colocando-o não só perante novos contextos como ensaiando um modelo narrativo mais próximo do que é a ideia de arco narrativo de uma série televisiva do que da lógica clássica do álbum de BD.

Com uma regularidade anual, esta “nova época” de Michel Vaillant acaba de nos dar a conhecer um quinto volume que continua a alimentar a trama central (ainda em construção), acrescentando, como o fez qualquer dos anteriores, um novo foco narrativo que ganha maior protagonismo neste conjunto de páginas. Acabando, uma vez mais, com a consciência de que há cenas a ver no próximo capítulo.

Renascimento retoma a trama após a catástrofe empresarial que a Vaillante vivera no volume anterior, acabando comprada e, depois, desmantelada, pela sua rival, a Slate. Num registo que consegue acompanhar o thriller no plano empresarial (e com ressonâncias familiares) com a presença (mais clássica) de uma história vivida entre os universos do desporto automóvel, este volume aprofunda sobretudo um relacionamento destas figuras e narrativas com nóvas fórmulas movidas a energia elétrica, sublinhando ecos de um tempo de reflexão sobre mudanças de paradigma no mundo motorizado.

Com a mesma equipa criativa que tem lançado os volumes desta série, Renascimento mantém, nem que “por definição” e peso institucional, a figura de Michel Vaillant como ícone sobre o qual as expectativas se focam. Mas, mais do que nunca, a série começa a ser como aquelas que tal como The Wire, optam por distribuir o protagonismo no relacionamento entre um núcleo central de personagens. Os novos pontos de vista valorizam assim a progressiva demarcação de identidade da “nouvelle saison”. E tudo isto sem perder as marcas de referência genética da que lhe deu o nome.

“Renascimento”, assinado por Philippe Graton, Denis Lapière, Marc Bourgne e Benjamin Benéteau, é o volume 5 da “nova temporada” de Michell Vaillant. O livro, cartonado, com 56 páginas, acaba de ser publicado entre nós pela Asa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: