Últimas notícias

Dois olhares sobre a história da primeira metade do século XX

Texto: NUNO GALOPIM

Chegaram nas últimas semanas às livrarias portuguesas “A Verdadeira História das SS”, do historiador Robert Lewis Koehl e “À Beira do Abismo – A Europa 1914-1949”, um novo livro Ian Kershaw, que tem já outros títulos traduzidos entre nós.

Chegaram às livrarias portuguesas mais dois volumes sobre a história da primeira metade do século, ambos refletindo sobre as mudanças no poder na Alemanha nos anos 30 e o modo como o contexto o favoreceu e as consequências que daí decorreram.

Em A Verdadeira História das SS o histotriador Robert Lweis Koehl narra detalhadamente o modo como ganhou forma o corpo de elite que teria um papel central no regime nazi, ora operando como força policial secreta no interior do Reich ou como importante força nos territórios conquistados, sobretudo na direção do sistema de campos de concentração. O texto recua à génese da ideia que foi ganhando forma nos anos 20, notando os jogos de força contra outras organizações que iam emergindo associadas ao partido de Hitler e acompanha depois a dispersão das suas atividades em várias frentes, que chegaram a incluir escavações arqueológicas e expedições geográficas.

De Ian Kershaw, de quem entre nós estão publicados títulos como Hitler, Uma Biografia e Até ao Fim: Alemanha 1944-1945, chega-nos um olhar panorâmico sobre o velho continente num período demarcado entre a eclosão da primeira Guerra Mundial e a medição das consequências definidas pelo fim da segunda, ou seja, antes das revoluções sociais e culturais que chegariam nos anos 50. Dos efeitos de uma guerra de uma violência sem precedentes e de toda uma consequente reorganização política do mapa europeu, ao novo estalar de tensões em 1939, notando de permeio a ascensão ao poder de Mussolini em Itália e Hitler na Alemanha, a guerra civil em Espanha e o início do regime de Estaline na URSS, À Beira do Abismo – A Europa 1914-1949 é um olhar rigoroso e bem apresentando do período mais tenso e mortífero que o continente alguma vez atravessou.

“A Verdadeira História das SS”, de Robert Lewis Koehl, é uma edição de 351 páginas da Casa das Letras, com tradução de Miguel Freitas da Costa.

“À Beira do Abismo – A Europa 1914-1949”, de Ian Kershaw, é uma edição de 670 páginas da D. Quixote, com tradução de Miguel Mata.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: