Últimas notícias

Quatro dias para ver documentários científicos em Lisboa

Texto: NUNO GALOPIM

Entre os dias 1 e 4 de dezembro, 30 filmes documentais de temática científica integram a primeira edição do Sci-Doc. As sessões são de entrada gratuita e decorrem na Cinemateca Júnior e o Pavilhão do Conhecimento.

"The Himalayas, The Abode Of Snow"

O SCI-DOC Festival Europeu de Documentário Científico de Lisboa, que decorre em em Lisboa, de amanhã até domingo entre os espaços da Cinemateca Júnior e do Pavilhão do Conhecimento propõe um conjunto de 30 filmes sobre temas de ciência, a apresentar em 20 sessões de cinema, sempre com entrada gratuita. Há uma programação competitiva que estará dividida em oito categorias: Ambiente, Ano da Física, Documentário, Investigação Médica, Mulheres na Ciência, Novos Media – Não Interactivo, Programas de TV Generalistas, TV Drama e Docudrama. Entre os programas especiais, haverá uma celebração dos 30 anos da série de animação Era Uma Vez… A Vida, de Albert Barillé, com alguns episódios a serem exibidos.

A programação “é responsabilidade da EuroPaws e da EuroScience”, explica Miguel Ribeiro da Apordoc, que apresenta este festival numa parceria com a EuroPaws, a EuroScience e a Ciência Viva. A seleção dos filmes passou, por “um comité de programação que inclui cientistas, investigadores e realizadores de documentário científico” e inclui títulos como David Attenborough’s Light on Earth sobre a bioluminescência (ou seja, a luz naturalmente produzida por seres vivos) ou Chernobyl 30 Years After, uma visita ao local da catástrofe nuclear, 30 anos depois.

Os filmes “são transversais a todas as idades”, havendo nesta programação “um lugar para os mais novos e os mais velhos se encontrarem em torno das mais recentes análises e descobertas científicas”. Alguns programas em concreto, “como o Era Uma Vez a Vida, As Dobrinhas das Orelhas, ou o Microfluidics and Microbioreactor, têm uma linguagem mais direccionada ao público infantil”, acrescenta Miguel Ribeiro. “Explicam de forma divertida assuntos como o funcionamento do corpo humana, a matemática ou a microtecnologia”. Por outro lado, títulos como The C Word, The Himalayas, The Abode of Snow, ou Britain’s Nuclear Secrets, são filmes que, pelas temáticas mais complexas (o cancro, o aquecimento global ou a energia nuclear), podem encontrar ecos num público mais adulto. Contudo, acrescenta, “o importante é que a linguagem dos filmes é bastante inclusiva, não excluindo públicos com base na idade”.

Os filmes que vão ser exibidos entre os dias 1 e 4, “sendo na sua maioria desenvolvidos por produções televisivas, são documentários de divulgação científica”. No entanto, todos eles “partem de um trabalho longo entre a produtora do filme e equipas de cientistas que trabalham as questões retratadas a nível académico”. Um exemplo? O filme The Venus Twilight Experiment “desenvolve-se paralelamente ao momento em que Vénus atravessa o disco solar em 2012 e a um gigante projecto de investigação internacional que, nessa altura, se formou para estudar a alta atmosfera” do segundo planeta. “Podemos portanto acompanhar aqui as descobertas sobre Vénus e o processo de pensamento dos cientistas” envolvidos neste projeto de investigação.


“David Attenborough’s Light on Earth”

“Era uma Vez… A Vida”

“The Venus Twilight Experiment”

A Cinemateca Portuguesa preparou um programa especial com filmes dos seus arquivos. “São três programas, dois sobre a propaganda alimentar do Estado Novo (com filmes de Adolfo Coelho, José Fonseca e Costa, António de Macedo) e outro sobre a viagem espacial do cosmonauta Iuri Gagarin”, o primeiro gomem a viajar no espaço. Estes programas permitem “contextualizar e ter uma perspectiva histórica de como a televisão foi utilizada ao longo do tempo para comunicar a ciência”.

O Sci Doc “pretende contribuir para a cimentação da ponte necessária entre Cultura e Ciência e estabelecer-se como o local onde, uma vez por ano, se pode dar conta das representações no audiovisual das últimas investigações científicas”. Ou seja, para o ano há mais…

Podem consultar aqui a programação.

E, a partir de amanhã, apresentaremos aqui alguns dos filmes deste festival.

Anúncios

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Os filmes do Sci Doc – Máquina de Escrever
  2. Os filmes do Sci Doc (dia 2) – Máquina de Escrever

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: