Últimas notícias

Dez imagens nos 150 anos de Kandinsky

Texto e seleção das imagens: NUNO GALOPIM

Passam hoje 150 anos sobre o nascimento de um dos nomes mais marcantes da história da pintura do século XX. Para o assinalar fica aqui uma galeria de dez imagens que lembram episódios representativos das diversas fases pelas quais passou a sua obra.

Pioneiro da arte abstrata, o russo Wassily Kandinsky (1866-1944) foi uma das vozes maiores da pintura na primeira metade do século XX. Natural de Moscovo, viveu parte da infância em Odessa e formou-se pela Universidade de Moscovo em direito e economia, chegando mesmo a ensinar direito romano. A pintura só lhe bateu à porta depois. Entusiasta da etnologia, começara a viajar e a notar relações entre formas e cores. E chegou a ter entre as suas primeiras reflexões sobre a arte uma visão que ligava a pintura a métodos de composição musical… Sem o imaginar então começava a compor um futuro diferente para si mesmo, que aos 30 anos o levaria a mudar-se para Munique, para estudar na Akademie der Bildenden Künste München.

A sua obra começou por traduzir ecos e relações com movimentos seus contemporâneos, mas um caminho muito pessoal haveria de emergir pouco depois, não apenas no plano prático, mostrando as suas pinturas entre 1910 e 1914 sinais de novos caminhos, trilhando rumos que aprofundaria logo a seguir, num período em que regressa à Rússia, onde se mantém até 1921, saindo por manifesta discordância com as visões da arte do regime que ali surgira depois da revolução.

Criara contudo uma obra (e uma reputação) tanto como pintor como enquanto teórico da arte, que lhe valeriam um convite, em 1922, para ensinar em Berlim, na Bauhaus, onde fica até que o regime de Hitler a manda encerrar em 1934. Muda-se então para França, onde vive a etapa final da sua obra, à qual dedica um esforço de síntese pela qual procura arrumar definitivas formas e visões. E é em França que morre, em 1944, em Neuilly-sur-Seine.


“O Cavaleiro Azul” (1903)


“A Vida Colorida” (1907)


“Vista sobre Murnau, com Comboio e Castelo” (1909)


“Montanha” (1909)


“Improvisação Dilúvio” (1913)


“Composição VI” (1913)


“Composição VIII” (1923)


“Amarelo, Vermelho, Azul” (1925)


“Alguns Círculos” (1926)


“Composição IX” (1936)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: