Últimas notícias

Os melhores filmes de 2016, por Nuno Galopim

Texto: NUNO GALOPIM

O cinema de ficção científica viveu bons momentos em 2016. Com Denis Villeneuve a mostrar que é uma voz a ter em conta no género e Lucille Hadzihalilovic a assinar um título belo e intrigante. E, claro, “Rogue One” deu-nos um dos melhores filmes do universo Star Wars.

Apesar de hoje dominado pela exploração de um filão feito de lixo baseado na exploração do poderio dos efeitos visuais (com filmes frequentemente criados em regime de dieta na hora de pensar a escrita dos argumentos) o cinema de ficção científica não deixou contudo de nos colocar ocasionalmente perante propostas narrativas, temáticas ou até visualmente mais desafiantes, algumas das melhores curiosamente cruzando caminhos com modos de pensar a histórias, os tempos, os lugares e as personagens mais próximos do que vai acontecendo na (boa) literatura do género. Num filme, que nasce logo bem no argumento (baseado no conto Story of Your Life, de Ted Chiang), Denis Villeneuve aposta na exploração do choque de culturas como tutano central da narrativa. A que faz uma linguista ser chamada pelas forças de defesa americanas para tentar descodificar a comunicação encetada entre os militares e os sons emitidos pelos alienígenas. E a que mostra como os humanos talvez tenham ainda mais dificuldade em comunicar entre si, apesar de não precisarem de linguistas que os ajudem a saber o que dizem. Tal como em filmes recentes como Moon – O Outro Lado da Lua, de Duncan Jones, Debaixo da Pele de Jonathan Glazer ou o mais recente Evolução de Lucille Hadzihalilovic, O Primeiro Encontro troca o aparato operático dos grandes efeitos digitais por um cuidado diferente com a imagem. A forma das naves e a sua relação com as paisagens envolventes, a câmara onde a comunicação acontece entre humanos e alienígenas, a casa (maravilhosa) da protagonista – junto às margens de um lago – e a profusão de ecrãs nos centros de monitorização são apenas alguns exemplos de um cuidado visual que procura, mais do que sovar o espectador com malabarismos, servir de cenário a uma história inteligente, bem vitaminada em questões sobre o relacionamento com o outro. No fundo, e como o faz a boa ficção científica, estamos afinal a falar (sempre) sobre nós mesmos.

A lista que se segue integra os melhores filmes que vi em sala este ano entre nós. Só um escapa à regra. Trata-se de Midnight Special, de Jeff Nichols, que só teve estreia em DVD, Blu-ray e VOD entre nós e nos faz pensar nos quilos de lixo que, em seu lugar, alguns dos nossos distribuidores fizeram chegar às salas de cinema, deixando de lado propostas bem mais interessantes. Enfim…

1. “O Primeiro Encontro”, de Denis Villeneuve
2. “Evolution”, de Lucille Hadzihalilovic
3. “O Filho de Saul”, de Lazslo Némes
4. “O Cavaleiro de Copas”, de Terrence Malick
5. “Rogue One: Uma História de Star Wars”, de Gareth Edwards
6. “Love is Strange – O Amor é uma Coisa Estranha”, de Ira Sachs
7. “Animais Nocturnos”, de Tom Ford
8. “Nostalgia da Luz”, de Patricio Gúzman
9. “Midnight Special”, de Jeff Nichols
10. “O Abraço da Serpente”, de Ciro Guerra

Vistos em festivais

1. “Quand on’a 17 Ans”, de André Téchiné (Berlim)
2. “Desde Allá”, de Lorenzo Vigas (IndieLisboa)
3. “Take Me To the River”, de Matt Sobel (Queer Porto)
4. “Ranenyy Angel”, de Emir Baigazin (Berlim)
5. “Brothers of the Night”, de Patrick Chiha (Berlim)
6. “Nunca Vas Estar Solo”, de Alex Anwandter (Berlim)
7. “Waiting For B”, de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel (Roterdão)
8. “Little Men”, de Ira Sachs (Berlim)
9. “Lenguuru. The Lost World”, de Christine Tournadre (Sci Doc)
10. “Absolutley Fabulous – The Movie”, de Mandie Fletcher (Queer Lisboa)

Edições em DVD e Blu-ray

1. Coleção Eisenstein, de Sergei Eisenstein (DVD, Leopardo Filmes)
2. Coleção Tarkovski, de Andrei Tarkovsky (DVD, Leopardo Filmes)
3. “Einstein on The Beach”, Philip Glass (DVD + Blu-Ray, Opus Arte )
4. “Napoleon”, de Abel Gance (Blu-ray, BFI)
5. “The Man Who Fell To Earth”, de Nicolas Roeg (Blu-ray, Studiocanal)
6. “Paths of Glory”, de Stanley Kubrick (Blu-ray, Eureka)
7. “A Batalha de Argel”, de (DVD, Alambique Filmes)
8. “Dersu Uzala”, de Akira Kurozsawa (DVD, Leopardo Filmes)
9. “Robin Cruose on Mars”, de Byron Haskin (Blu-ray, Eureka)
10. “Rolling Stones – Havana Moon”, de Paul Dougdale (DVD e Blu-ray, Universal)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: