Últimas notícias

Quando Brad Mehldau encontrou Chris Thile

Texto: NUNO GALOPIM

Imparável, o pianista Brad Mehldau acaba de colocar nos escaparates mais um disco. Desta vez trata-se de uma gravação em conjunto com o bandolinista Chris Thile pela qual surgem originais e versões de Bob Dylan, Eliott Smith ou Joni Mitchell.

Meses depois de Nearness, uma parceria com Joshua Redman, o pianista Brad Mehldau volta a assinar um disco de colaboração, surgindo desta vez a seu lado o bandolinista virtuoso (e também cantor) Chris Thile, ambos artistas do catálogo da Nonesuch. Se a admiração mútua que tinham um pelo outro era já antiga, a verdade é que no disco a que chamam, simplesmente, Chris Thile & Brad Mehldau, parecem uma dupla já rodada de velhos amigos, enturmados e sem desafios de protagonismo. O alinhamento (algo extenso) junta dois discos pelos quais encontramos originais de ambos os músicos (um deles, The Old Shade Tree, composto por ambos) mas também versões de temas como Don’t Think Twice, It’s Alright de Bob Dylan, Marcie de Joni Mitchell ou Independence Day, de Eliott Smith. A versão em vinil acrescenta uma versão de Fast As You Can, de Fiona Apple,

“Chris Thile & Brad Mehldau” de Brad Mehldau e Chris Thile está disponível em 2CD, 2LP e também nas plataformas digitais numa edição da Nonesuch Records.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: