Últimas notícias

A geometria da chuva

Texto: GONÇALO COTA

“Rain”, uma criação de referência na obra de Anne Teresa De Keersmaeker, está em cena no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém

A partir de Music for 18 Musicians de Steve Reich, o bailado contemporâneo de Anne Teresa De Keersmaeker, que converge a exaustividade a matematização do espaço, foi apresentado ontem e repete hoje no Grande Auditória do Centro Cultural de Belém.

Dezasseis anos depois da estreia, a remontagem de Rain continua a construir-se na sua especificidade músicas e roupas minimalistas, mas onde a ocupação do espaço, delimitado por finas cordas brancas, é construído num modelo artístico que dá primazia à repetição exaustiva e às variações matemáticas – génese criativa é claramente estruturada através da forma das espirais, que marcam num rigor obsessivo toda a velocidade extrema dos movimentos.

Nos setenta minutos de espetáculo, percetivelmente faseados pelas alterações de guarda-roupa e de luzes, que rapidamente alternam entre os tons vibrantes fúcsia e a neutralidade do creme, as sete bailarinas e três bailarinos desmaterializam-se de fatiga e sustentam a sua vitalidade numa conexão metahumana entre si.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: