Últimas notícias

Martin Landau (1928-2017)

Texto: NUNO GALOPIM

Desapareceu, aos 89 anos, o ator que muitos recordam como o comandante John Koenig de “Espaço 1999”. Passou por “Missão Impossível”, filmou com Hitchcock e ganhou um Óscar de Melhor Ator Secundário pelo seu papel em “Ed Wood”.

Cada geração relaciona-se com os atores consoante as personagens que mais a marcam. E se para uns (mais velhos do que eu) ele era um dos rostos de Missão Impossível na sua vida televisiva nos sessentas e para outros (mais novos) foi o inesquecível Bela Lugosi no belíssimo Ed Wood de Tim Burton, para mim Martin Landau foi e será sempre o comandante Koenig de Espaço 1999. Aos 89 anos, Martin Landau morreu este sábado, num hospital em Los Angeles.

Discretamente recebida pela crítica internacional e com uma relativamente discreta presença nas audiências por ocasião das duas épocas em que a série surgiu originalmente no pequeno ecrã (na verdade não foi nesse aspeto muito diferente o impacte do Star Trek original nos anos 60), Espaço 1999 tornou-se contudo num caso de culto. Entre nós, exibida na RTP num momento em que a ficção científica começava a cativar outro tipo de atenções, a série gerou um atípico fenómeno de sucesso, fazendo das personagens, e em particular, a do comandante Koenig, um ícone da cultura pop de então.

O comandante John Koenig surgia em cena, logo no episódio piloto, para tentar resolver uma série de problemas que se avolumavam na base lunar Alpha e que estavam a colocar em risco o lançamento de uma missão ao planeta Meta, que passava então perto do sistema solar… A sucessão de acontecimentos que entretanto catapultaria a Lua para fora da órbita da terra transformaria a base numa espécie de nave interplanetária que avançava, com rumo incerto, pelo universo, cabendo a Martin Landau compor o rosto do líder, com ingredientes de diplomata mas também de estratega, procurando, acima de tudo, encontrar um novo lar para os cerca de 300 habitantes da base. Como maior cúmplice em todos os momentos tinha a médica da base, a Drª Russell, junto da qual vai emergir um clima romântico que tem por curioso o facto de, na altura, ser interpretada por Barbara Bain, que estava casada com… Martin Landau.

Filho de um maquinista austríaco de ascendência judaica, Martin Landau nasceu em Brooklyn em 1928. O cinema e os palcos eram meta que tinha entre os seus sonhos e em 1955 foi, juntamente com Steve McQueen, um dos dois apurados entre os 500 candidatos para o Actor’s Studio, onde trabalhou com alguns nomes de referência.

Começou a interpretar papéis na televisão e no cinema em finais dos anos 50. E logo em 1959 é chamado para um papel secundário em A Intriga Internacional, de Alfred Hitchcock. Em 1966 ganha o seu primeiro papel de maior relevo em Missão Impossível, surgindo em episódios das três primeiras épocas. E dez anos depois, agora em regime de ficção científica, volta a ter um papel fixo numa série, ao interpretar, desta vez, o protagonista de Espaço 1999.

No cinema a sua participação mais notável, distinguida com um Oscar para Melhor Ator Secundário, chegou em 1994 ao recriar a figura do lendário ator Bela Lugosi em Ed Wood. O seu último filme, já de 2017, foi The Last Poker Game, tendo o ator comparecido no Festival de Tribeca para a sua apresentação.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: