Últimas notícias

Cuidado com os vizinhos…

Texto: NUNO GALOPIM

Marte volta a ser fonte de uma ameaça para a vida na Terra. Desta vez na forma de um organismo microscópico que é acolhido a bordo da Estação Espacial Internacional. A princípio parece coisa fofinha… Mas não é.

Não é por acaso que há quarentenas… E, quando voltaram da Lua, os três astronautas da Apollo XI passaram uma temporada fechados numa espécie de “tanque de descontaminação”, não fosse o diabo (ou os alienígenazinhos, caso ali andassem) tecê-las… Apesar dos estragos que o homem vai fazendo pelo seu mundo, a verdade é que não sabemos que consequências poderia ter para o planeta a eventual presença de vida extraterrestre na biosfera. É claro que este é terreno fértil para criar ficções. E, partindo do princípio que nem todos os seres de eventuais outros mundos sejam tão bonzinhos como o botânico E.T., tão amigos de ajudar como Klaatu (o de 1951, claro) ou tão e indefesos quanto o desencantado Thomas Jerome Newton que Bowie criou em The Man Who Fell To Earth, a possibilidade do contacto levanta todo um universo de histórias nas quais habita aquele temor que é natural em quem não quer ver o seu espaço escavacado.

A possibilidade de contacto entre o ambiente de vida dos seres humanos e uma forma de vida alienígena (a primeira alguma vez encontrada) é o ponto de partida para Vida Inteligente (Life no original), filme do sueco Daniel Espinosa que toma Marte como a fonte desta descoberta… E a coisa começa logo mal já que a nave-laboratório que supostamente traz a bordo a amostra é bombardeada por material interestelar na viagem, perde o norte e só por perícia de um astronauta com um passado de baseball, é apanhada in extremis por um dos braços da Estação Espacial Internacional… Pois é… Estão perto demais da Terra para terem a bordo uma forma de vida… Há protocolos de segurança. Mas sem que ninguém os quebrasse, o filme não ia a lado nenhum, certo? E assim, de asneira em asneira, que dá que pensar se não era melhor ter ali robots em vez de seres dados ao “erro humano”, a coisa começa então a ir de mal a pior. É que o pequeno alienígena, na origem apenas uma célula com cílios, começa a crescer, fica com um aspeto à metade de flor, à metade de alforreca, revela-se bem inteligente e… mata que se farta. Porque, tal como qualquer ser vivo, luta também pela sua sobrevivência.

Se as coordenadas de contexto – ou seja, a vida a bordo da Estação Espacial Internacional – lançam não só um mundo de possibilidades cénicas que retoma um espaço cénico que passou já por Gravidade, de Alfonso Cuarón, explorando a vida sob ausência de gravidade e um dia a dia vivido entre uma claustrofóbica sucessão de módulos que estão longe do glamour das grandes naves das space operas, já a trama acaba depois por se esgotar numa versão mais perto de casa do modelo Alien, todavia sem o mesmo tom sombrio nem as vitaminas de horror tão bem desenhadas. Há contudo bons momentos visuais e, no plano da narrativa, uma solução empolgante na hora de pensar as possibilidades de twist (e aqui mais não digo).

De resto, é a habitual colheita de astronautas, um a um, por um alien a quem é dado o nome de Calvin, numa altura em que ainda se julgava que era fofinho… Pois a cada morto que faz incorpora massa, cresce… E acaba até a desenvolver fisionomia que quase sugere a presença de um rosto ameaçador, que pisca o olho tanto à memória que temos de Alien, de Predador e afins… Em tempos M Night Shyamalan quase estragou o belíssimo Sinais quando resolveu dar-nos a ver o alienígena…. Mas, tal como estes astronautas da Estação Espacial Internacional não aprenderam as regras de segurança que os códigos de quarentena deveriam exigir, também Espinosa não reparou quem, por vezes, mostrar pouco pode meter muito mais medo… A alforreca com pétalas, bastava, convenhamos…

“Vida Inteligente”, de Daniel Espinosa, com Jake Gyllenhaal, Rebecca Ferguson, Ryan Reynolds e Hiroyuki Sanada, está disponível em DVD, Blu-ray e nas plataformas de VOD

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: