Últimas notícias

Para ouvir sem preconceito

Texto: NUNO GALOPIM

Já prevista antes da inesperada notícia da morte do cantor, a reedição do álbum “Listen Without Prejudice – Volume 1” chega finalmente às lojas de discos, lembrando o momento em que deixou o cantor juvenil de lado e procurou caminhar rumo a outros desafios.

Três anos depois de Faith um álbum de estreia que se transformara sem surpresa num fenómeno de popularidade com expressão global, acompanhado por de uma extensa digressão que correu mundo, George Michael sentiu que era chegada a hora de mudar o jogo. E, tal como em 1967 Scott Walker definiu o momento em que resolveu caminhar para além do que era o terreno que lhe dera visibilidade entre um público essencialmente juvenil, foi com um álbum que disse a todos: este sou, afinal, eu. E daí em diante seguiu outro camimho.

Foi com Listen Without Prejudice – Volume 1 que a reviravolta se deu. E o título lança logo todo um programa de significados que depois a música e as estratégias de edição justificariam. Ali canções como Praying For Time (apresentada como primeiro single), Waiting For That Day, o “beatlesco” Heal The Pain ou o mais jazzy Cowboys and Angels apresentam uma faceta mais sóbria, o que não impede que um festim pop ali possa ganhar forma, o que de resto acontece com Freedom 90 (o “90” servindo essencialmente para que se não confunda com a canção dos Wham!) que de resto se afirmaria depois como um dos mais fortes momentos da obra a solo de George Michael. Mas não era só na música que o jogo mudava. Contra o que era o seu hábito até então, o cantor resolveu ser firme na expressão da imagem. E, sublinhando a ideia de que era chegada a hora de ouvir e não de ver, recusou surgir nos telediscos promocionais e na capa do próprio disco.

O disco não repetiu o sucesso de Faith, mas com o tempo ganhou um estatuto de reconhecimento mais sólido. A verdade é que na hora de pensar um segundo volume, as opiniões de quem o editava não foram as mais favoráveis, pelo que a ideia nunca se chegou a materializar, sendo o conflito ali nascido um dos possíveis gatilhos do mal estar que culminaria com a saída da editora (e justificaria parte do silêncio que separaria este álbum do seguinte Older, que surgiria em 1996). Como elemento biográfico vale a pena lembrar que Listen Without Prejudice – Volume 1 surgiu no mesmo ano de Bare, autobiografia coescrita com Tony Parsons publicada pela Penguin. É um livro ainda sem a frontalidade do discurso que teria mais adiante, mas interessante para nos dar uma análise pessoal sobre o que haviam sido os dias vividos nos Wham! ainda o início do seu percurso em nome próprio.

Havia uma reedição de Listen Without Prejudice – Volume 1 já prevista na agenda de lançamentos antes da notícia inesperada da morte de George Michal há quase um ano. Estava apontada à primavera de 2017… A edição especial foi contudo projetada para mais adiante, na verdade acabando por não se desviar do projeto inicialmente previsto. E eis que, finalmente, chegou…

O disco um corresponde ao alinhamento original do álbum, apresentando-se com som remasterizado. O segundo CD inclui o registo em áudio (que até aqui era inédito) do programa “MTV Unplugged” que George Michael gravou em 1996, ou seja, incluindo temas do então recentemente editado álbum Older e com um alinhamento que recupera, do tempo dos Wham!, a memória de Everything She Wants, de 1984. A fechar o alinhamento do CD surge a nova versão de Fantasy, um tema originalmente gravado nas mesmas sessões que deram origem ao álbum mas que depois surgiria no lado B de Heal The Pain e da versão americana de Freedom 90. Recentemente retrabalhado por Nile Rodgers, Fantasy corresponde ao mais recente single de George Michael (o primeiro lançado postumamente) e representa outro inédito do alinhamento desta reedição.

Há uma edição especial desta reedição que inclui um terceiro CD com algumas misturas alternativas lançadas nos máxis da altura, assim como os lados B dos vários singles extraídos do álbum. Este terceiro disco acrescenta ainda uma remistura de Fantasy editada em 1998, os três temas cedidos por George Michael para o álbum Red Hot + Dance (Too Funky, Happy e Do You Really Want To Know) e ainda duetos com Paul McCartney (numa versão alternativa de Heal The Pain) e Astrud Gilberto (numa versão de Desafinado gravada para o disco Red Hot + Rio). Esta edição especial junta aos três CD um DVD no qual se apresenta o documentário produzido pela ITV The Southbank Show, os telediscos criados para os temas Freedom 90 e Praying For Time e a gravação de uma atuação ao vivo, ao som de Freedom 90 na cerimónia dos dez anos da MTV. A edição inclui também um livro de 36 páginas com texto e imagens cedidas pelos próprios arquivos do músico.

“The 25th Anniversary of Listen Without Prejudice – Volume 1”, de George Michael, está disponível numa caixa de 3CD e um DVD editada pela Sony Music. Há uma versão mais pequena com 2CD, assim como uma reedição simples do LP original.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: