Últimas notícias

Nos tempos do Rock Rendez Vous

Texto: NUNO GALOPIM

Uma das primeiras gravações dos Xutos Pontapés a chegar a disco surge, após primeiros singles da banda, num disco que junta memórias dos primeiros tempos de vida do mítico Rock Rendez Vous.

Em 1984 o Rock Rendez Vous (RRV) era já o espaço protagonista para a exposição pública de nova música em Lisboa. A criação do Concurso de Música Moderna (CMM) fora a gota de água para o estimular definitivo de uma nova geração de bandas, da qual saíram nomes fulcrais da história pop portuguesa da segunda metade dos anos 80, dos Mler Ife Dada aos Pop Dell’Arte e muitos mais…

Para a festa de quarto aniversário do RRV pensou-se a edição de um álbum que juntasse pedaços de gravações de actuações que ali tivessem ocorrido nos meses anteriores. Por norma, como se lê na contra-capa do álbum, todas as actuações no RRV eram gravadas, ficando as fitas em arquivo.

Depois de escutado um álbum com gravações ao vivo bandas francesas enviado por um amigo de Toulouse, a ideia que conduziria a este disco começou a ganhar forma. Impunha-se, entre tamanho arquivo já guardado, um critério de selecção. Que as bandas fossem “giras e inovadoras” e que “não houvesse contrato com outras editoras”, lia-se no texto de apresentação.

As gravações foram tratadas por Paulo Junqueiro (hoje à frente da Sony Music no Brasil), mas, garante o mesmo texto já citado, o disco não tem “corantes nem conservantes”. O álbum Ao Vivo no Rock Rendez Vous em 1984 acaba por ser um dos raros documentos editados do som que passou por esse clube que marcou o Portugal musical de 80.

A opção pela não inclusão de bandas com contratos editoriais deixa de fora algumas potenciais pérolas do seu tempo. Contudo, sem contrato naquele momento (assinariam pouco depois pela Dansa do Som), os Xutos & Pontapés acabam por ser o trunfo maior do alinhamento, numa participação que revelava, em primeira mão, o Esquadrão da Morte. Num alinhamento de oito temas, cinco foram gravados durante o CMM de 1984. Nomes marcantes do panorama indie português de meados de 80, como os Croix Sainte (aqui numa versão ao vivo do tema que depois registariam no seu único EP) ou Ocaso Épico juntam-se aos Xutos & Pontapés num retrato de época que nunca chegou a ter edição em CD.


Ao Vivo no Rock Rendez Vous em 1984

(RRV, 1984)
Produção: Paulo Junqueiro

Lado A: Esquadrão da Morte (Xutos & Pontapés) + The Life Of He (Croix Sainte) + Candy Hour (Dead Dream Factory) + Assassinos No Poder (Crise Total)

Lado B: Modernos Europeus (F.A.S.) + Corpos a Compasso (Casino Twist) + Testamento (Culto da Ira) + Intro (Ocaso Épico)

Anúncios

1 Trackback / Pingback

  1. Nos tempos do Rock Rendez Vous – Filipe Miguel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s