Últimas notícias

Uma nova vida para Murena

Texto: NUNO GALOPIM

Quatro anos depois do volume nove a série Murena sobrevive ao desaparecimento de Philippe Delaby e encontra no italiano Theo um novo desenhador. Ao mesmo tempo um dicionário vinca os diálogos que aqui encontramos entre a verdade histórica e a ficção.

Quatro anos separam os volumes 9 e 10 de Murena. Quatro anos assombrados pela morte do desenhador Philippe Delaby e marcados pelo dilema deixado nas mãos do autor Jean Dufaux. No texto de uma página que abre este décimo volume Dufaux explica que os dois criadores da série haviam delineado em conjunto a abordagem a uma narrativa que se resolveria em quatro ciclos. Pelo que, correspondendo o nono ao início do terceiro, estariam assim a meio da história. Assumindo que Delaby gostaria de a ver concluída, Dufaux encontrou o “clic” quando Theo Caneschi (natural de Florença) entrou em cena. As palavras são por isso ainda as suas. O curso da narrativa é ainda o que em tempos Dufaux desenhara com Delaby. Só a linguagem visual, mesmo seguindo um estilo clássico, era agora diferente. Murena vive de novo… E mesmo sendo o traço de Theo mais anguloso do que o de Philippe Delaby, e revelando alguns instantes (como os da excessivamente longa luta que assistimos entre as páginas 21 e 24) sinais de um fulgor que parece piscar o olho aos comics americanos, a verdade é que retomamos a história onde a havíamos deixado em 2013… E continua no curso certo.

Mais do que lançar no leitor uma sugestão de esforço para o relançamento de uma narrativa, o décimo volume da série Murena (com o título Le Banquet) é como um disco em vinil ao qual tirámos a agulha por uns instantes e que, ao descê-la de novo, retoma as espiras no ponto da canção em que antes se encontrava. Estamos por isso novamente na Roma dos tempos de Nero, no banquete já anunciado no volume nove e ainda com as cicatrizes evidentes do grande incêndio visíveis por toda a cidade. O centro da ação neste volume orbita em torno de uma tentativa de reaproximação entre Lucius Murena e o imperador, num esforço do primeiro em travar os castigos entretanto impostos aos cristãos, dados como responsáveis pela calamidade que se abatera sobre Roma…



O livro segue o modelo dos anteriores, acrescentando às pranchas uma página com um glossário que explica quem são alguns dos nomes e o que traduzem algumas das situações que acompanhamos neste volume. A primeira edição acrescenta ainda um caderno com estudos do novo desenhador.

Tal como nos nove volumes criados pela dupla Dufaux/Delaby, Le Banquet procura seguir o mesmo trilho de diálogos entre a ficção e a memória histórica. Esta procura de “verdade” para nela encaixar a ficção acaba por ser uma das linhas de força de um outro livro que chega ao mercado ao mesmo tempo do que este décimo volume da série. Assinado por Claude Aziza, um académico que traduziu já volumes desta série para latim, o Dictionaire Murena apresenta um olhar alfabeticamente arrumado por este universo. Cruza as figuras de ficção com aquelas que a história registou, confrontando as situações da narrativa já apresentada nos volumes publicados com dados registados por historiadores. Junta depois dados sobre a vida na Roma daqueles tempos, acrescentando assim informação que sublinha como Dufaux, Delaby e, agora, Theo, encontraram numa busca de rigor histórico os melhores alicerces para contar estas histórias.


“Murena, Chapitre Dixième – Le Banquet”, de Dufaux e Theo, é uma edição em capa dura, de 72 páginas, pela Dargaud.
“Dictionaire Murena”, de Claude Aziza, é uma edição em capa dura, de 136 páginas, pela Dargaud.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: