Últimas notícias

Feliz Natal, com os Beatles (em vinil)

Texto: NUNO GALOPIM

Entre 1963 e 1969 os Beatles criaram pequenas mensagens de Natal que o clube de fãs distribuiu em formato de ‘flexi-disc’. Agora surgem reunidas numa caixa, em vinil colorido.

Entre 1963 e 1969, todos os anos, por alturas do Natal, o clube de fãs oficial dos Beatles enviou aos seus membros um presente na forma de um flexi-disc. Em cada um surgiam gravações expressamente feitas pelos quatro elementos do grupo para assinalar a quadra natalícia. Apesar de uma edição em LP (também pelo clube de fãs), que em 1970 juntou todas estas gravações, estas eram memórias que, salvo em várias ocasiões – como num lado B de Free As A Bird – continuavam esquecidas. E um ano depois de ter finalmente chegado a suporte digital (e como banda sonora de um documentário) o mítico registo live dos Beatles, eis que o “presente” que em 2017 nos chega do legado dos fab four não é senão uma caixa com todos estes discos de Natal. É uma caixa em edição limitada que recupera todos os singles de Natal dos Beatles, apresentando-os agora não como flexi-discs mas como singles em vinil (atenção às rotações, que a maioria roda a 33 rpm), com som remasterizado e recuperando as imagens das capas originais.

Criadas com humor, juntando mensagens, versões e por vezes pequenos sketches, as mensagens de Natal são um curioso retrato do tempo em que cada uma foi gravada, servindo a sua audição de fio a pavio como uma espécie de eco do que foi, por esses anos, a história dos Beatles.

Assim, se a mensagem de 1963 é hilariantemente descontraída e bem disposta e a 1964 traduz o entusiasmo de quem estava a começar a descobrir o mundo, já as de 1966 e 1967 são espelho de um tempo de maior dedicação ao trabalho de estúdio, revelando peças mais complexas e elaboradas. Também como sinais dos tempos as duas gravações finais (1968 e 1969) resultam não de um trabalho coletivo mas da soma de contribuições criadas em separado, na derradeira John Lennon surgindo numa entrevista conduzida por Yoko Ono.

Para já The Beatles Christmas Records é uma peça ‘gourmet’ apenas disponível em suporte de vinil colorido (cada single tem uma cor diferente). E que junta aos singles um booklet no qual se juntam as cartas então emitidas pelo clube de fãs juntamente com os flexi-discs e ainda algumas notas adicionais sobre as respetovas gravações.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: