Últimas notícias

A arte da surpresa

Texto: NUNO GALOPIM

Com uma temporada de oito episódios já disponível no Netflix, “Safe” é um thriller de origem britânica com o ator norte-americano Michael C. Hall como protagonista. E fica já o aviso: a narrativa tem um invulgar concentrado de twists, cliffhangers e surpresas…

De produção britânica, apesar de protagonizada por um ator norte-americano, Safe é daquelas séries que não deixam que o episódio termine sem que se avance logo pelo seguinte… Criada por Harlan Coben, autor de thrillers habitualmente recheados de narrativas que cruzam tempos diferentes, Safe é a história do estranho desaparecimento de uma jovem que habita numa das moradias de um condomínio fechado, no qual, supostamente tudo e todos estariam seguros. O constante rodopio de revelações inesperadas, a criação de cliffhangers no final de cada um dos episódios e uma estratégia de progressivo desvendar de factos do passado alimenta uma narrativa que se torna empolgante e que tanto sabe dosear as vitaminas-chave das linguagens do thriller e suspense como intercalar frestas de pontual humor que acrescentam outras dimensões sobre personagens e situações.

A figura central de todo o projeto é o ator norte-americano Michael C. Hall, que depois de Seis Palmos de Terra e, sobretudo, Dexter, tem aqui terreno para inscrever um novo capítulo de destaque na sua filmografia. O ator (que é também produtor executivo da série) veste aqui a pele de um cirurgião que vive num subúrbio e que recentemente enviuvou. Os oito episódios centram-se numa curta sucessão de dias após uma festa em casa de uma outra família do mesmo condomínio onde o cirurgião vive com as suas duas filhas, na qual a jovem é vista pelos amigos pela última vez e o seu namorado é encontrado, sem vida, na piscina…

Safe assenta sobretudo as suas forças na construção de uma narrativa que evolui num espaço e tempo relativamente fechados, utilizando as estratégias de gradual revelação das personagens e dos factos como mecanismo para ir construindo a teia de acontecimentos que valoriza claramente o efeito da surpresa. Há talvez ingredientes a mais e um ou outro tropeções em clichés… Mas Safe é, mesmo assim, um bom thriller que se resolve num ciclo de oito episódios, sendo difícil imaginar como, com as mesmas personagens, será possível criar a possibilidade de uma segunda temporada… Mas se a surpresa é aqui a alma da coisa, quem sabe estará já uma cartada na manga da produção…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: