Últimas notícias

23 álbuns e uma antologia de Prince para ouvir nas plataformas de streaming

A obra de Prince editada em álbuns lançados a solo está finalmente disponível para audição em streaming em várias plataformas. De uma só assentada surgiram assim os lançamentos entre The Gold Experience (1995) e 20Ten (2010), num total de 23 álbuns. Antes estavam já disponíveis os discos lançados através da Warner entre 1978 e 1995.

A seleção inclui os (raros) discos ao vivo editados nesse intervalo, o álbum instrumental N.E.W.S. (2003) e a incursão que o músico fez pelo jazz em 2001 no álbum The Rainbow Children. Este lote de álbuns inclui ainda os álbuns que nasceram do acoplamento de faixas editadas online através do NPG Music Club.

Além destes 23 álbuns o lote de lançamentos inclui a compilação Anthology 1995:2010, que junta 37 faixas deste período. Esta compilação tem edição apenas em serviços de streaming.

Juntamente com este lançamento ganhou nova vida o teledisco para o tema Black Sweat, o segundo single extraído de 3121.

Podem ver aqui:

Pois é, é um tema incrível e andava por aí esquecido, um pouco como a demais obra de Prince posterior a 1995…

Recorde então aqui que single é este:

Depois de ter editado três álbuns em 2004 (se bem que dois deles apenas em suportes digitais e reunindo algumas canções já com algum tempo de vida), Prince passou o ano de 2005 um tanto afastado das atenções, dedicando algum dos seu tempo à criação de um disco de uma nova protegida, Támar Davis. O silêncio era contudo aparente e, em dezembro de 2005 convocou uma conferência de imprensa na qual anunciou a edição de um novo álbum de estúdio, assim como um acordo com uma nova multinacional (a Universal) pela qual o disco teria distribuição.

O álbum, que chegaria na primavera de 2006 com o título 3121, sublinhou o bom momento entretanto sugerido em 2004 pelo impacte de Musicology. O disco guardava no alinhamento aquele que é talvez o melhor single de Prince posterior à sua fase de maiores sucessos nos oitentas e alvorada dos noventas. Canção que recorda o Prince mais minimalista da segunda metade dos oitentas, Black Sweat doseia elementos funk e electro e, se editada noutros tempos, teria sido mais um clássico de impacte global.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: