Últimas notícias

22. Aretha Franklin (1962)

Texto: NUNO GALOPIM

Uma lista com discos que não costumam figurar nas tabelas habituais. Este foi editado em 1962 expressando sinais de aproximação de Aretha Franklin aos espaços da emergente música soul, representando também o seu primeiro episódio de sucesso discográfico.

Educada num ambiente em que o gospel era a banda sonora de todos os dias Aretha Franklin iniciou, sem surpresa, carreira profissional por esses mesmos terrenos, tendo gravado primeiros singles, nos anos 50, todos eles em terreno gospel. Era contudo um sonho seu a possibilidade de experimentar outras músicas, tendo chegado a confessar que o que gostava mesmo era de poder cantar pop, ao jeito de um Sam Cooke. O sonho começou a concretizar-se quando, em 1961, quando gravou um álbum que correspondeu à sua primeira experiência discográfica fora das esferas da música religiosa.

O percurso de Aretha Franklin tomou então esses azimutes como trilho central a seguir nos episódios seguintes, abordando os espaços dos blues, do jazz vocal e também do rhythm and blues em The Electrifying Aretha Franklin, um novo álbum, lançado em 1962. Um terceiro disco chegaria no mesmo ano, alargando mais ainda o espetro das possibilidades a regiões mais próximas da canção pop. O sonho começava a tornar-se realidade não apenas no campo da música que a sua voz começava a abordar, mas inclusivamente no plano do seu reconhecimento popular. E, de facto, coube finalmente a The Tender, The Moving, The Swinging Aretha Franklin o momento em que, pela primeira vez, um álbum seu marcou presença na tabela dos mais vendidos, alcançando o número 69.

Pelo alinhamento encontramos composições de autores como Irving Berlin, Billie Holliday ou Jerome Kern, entre outros. Entre estes temas surgia, além da voz da intérprete, a voz autoral da própria Aretha Franklin, que aqui apresentava a balada Without The One You Love, num arranjo orquestral de tonalidades jazzy que servia de fundo a uma interpretação que claramente sugeria já o tom da emergente música soul.

“The Tender, The Moving, The Swinging Aretha Franklin”, de Aretha Franklin, teve edição original em LP pela Columbia, em 1962, tanto nas versões mono como estéreo. O disco teve edição em CD apenas em 2013, respeitando tanto o alinhamento como a capa originais. Nos últimos anos têm surgido, em vários mercados, reedições do disco em vinil.

Da discografia de Aretha Franklin vale a pena descobrir discos como:
“I Never Loved a Man The Way I Loved You (1967)
“Lady Soul” (1968), single
“Who’s Zomin’ Who” (1985)

Se gostou, experimente ouvir:
Sam Cooke
Etta James
Ray Charles

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: