Últimas notícias

Quando a noite e as eletrónicas assombram uma alma ‘folk’

Texto: NUNO GALOPIM

Os britânicos Tunng, que cresceram entre manifestações ‘folktronic’, apresentam no sexto álbum de estúdio uma das mais belas coleções de canções do ano. “Songs You Make at Night”, que junta eletrónicas e o escuro da noite à identidade de raiz folk da banda, é uma pérola a saborear.

Nascidos das movimentações folktronic que agitaram, com ventos de contemporaneidade, os espaços de alma folk na viragem do milénio, os britânicos Tunng editam discos desde 2004. E agora, ao seu sexto álbum de estúdio, eis que apresentam uma coleção de canções que, sem voltar costas aos episódios antes percorridos, finalmente os afirma não apenas num espaço demarcadamente seu como igualmente capaz de desafiar heranças e caminhos, propondo, ao invés da luminosidade diurna e pastoral habitualmente associadas à folk, uma sonoridade que convoca alguns elementos da noite e de uma certa urbanidade. E não é que todas estas coordenadas, aparentemente distintas, se juntam num patamar de plácido entendimento?

O título do disco deixa logo clara a identidade noturna deste conjunto de canções. As eletrónicas – já distantes dos acontecimentos fragmentários e de tez lo-fi tantas vezes associadas aos terrenos folktronic – tomam aqui um papel de maior protagonismo, vincando trilhos que alguns momentos do anterior Turbines já sugeria há cinco anos. Flat Land e ABOP, estrategicamente escolhidos como singles de avanço, sublinham essa presença, porém deixando clara a fidelidade da escrita das canções para com modelos de forma mais clássica. Os diálogos entre as eletrónicas noturnas e linhas de uma pop pastoral (que chega mesmo a sugerir um flirt com uma pulsação com alma de clubbing no delicioso Dark Heart) definem a carne de um álbum que não esquece uma alma “folk” mais “primordial” em episódios que deixam a carga de ritmos e programações em pousio, tal como se escuta nos sedutores Crow (onde uma sonoplastia noturna acrescenta uma cenografia a uma doce trova de sabor mais campestre) ou Battlefront (que lembra os velhos Dream Academy).

Songs You Make at Night , que representa o resultado da reunião da formação original dos Tunng, é um daqueles álbuns que nos começam discretamente a massajar os ouvidos, sugerindo que há ali algo a que vale a pena regressar. E é nessas várias viagens de retorno a estas 11 canções que, aos poucos, se revela um dos mais deliciosos discos que o ano nos deu a escutar.

“Songs You Make at Night”, dos Tunng, está disponível em LP, CD e nas plataformas digitais, numa edição da Full Time Hobby ★★★★★



Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: