Últimas notícias

As canções do ESC 2019: Holanda

Há já várias semanas que o impacte causado por “Arcade”, de Duncan Laurence, fazem da Holanda um dos grandes favoritos à vitória da edição deste ano do Festival da Eurovisão. Duncan começou a tocar piano e a compor canções ainda bem pequeno, mas a sua carreira ganhou fôlego quando decidiu juntar-se à Rock Academy, o que lhe permitiu ir a Londres e a Estocolmo.

Apesar de ter já várias canções compostas – é coautor de “Arcade” – escolheu esta como cartão de visita para o que o futuro lhe possa guardar.

A Holanda foi um dos sete países concorrentes na edição inaugural do Festival da Eurovisão em 1956. E desde então participou já 59 vezes no concurso, tendo chegado à final em cinquenta ocasiões.

Foram já quatro as vitórias holandesas, a primeira delas em 1957, com “Net Als Toen”, na voz de Corry Brokken. Seguiram-se triunfos com “Een Beitje” (1959) por Teddy Scholten, “De Troubadour” (um dos quatro vencedores ex-aequo de 1969) por Lenny Kuhr e “Ding-A-Dong” pelos Teach In (1975).

Em Lisboa, em 2018, a Holanda fez-se representar por Waylon, com “Outlaw In’Em”, que ficou em 18º na final.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: